02 fevereiro 2020

Yoga para quem nunca praticou yoga


Você ouviu falar que yoga faz bem para o corpo e a mente, já viu médicos recomendando a prática de yoga, já viu amigos falando maravilhas sobre isso, mas não sabe exatamente o que é yoga e nem por onde começar? Seus problemas acabaram.

Vamos lá:

1) O que é yoga?

Yoga é meditação.

Embora modernamente meditação seja um termo bastante elástico, podemos ser um pouco mais específicos: praticar yoga é praticar meditação com o objetivo de ver e compreender quem você é, é o exercício do silêncio interior profundo

Muitos mestres de yoga repetem o lema «você não é o corpo, você não é a mente». Por meio do yoga você consegue elevar este lema do simples nível da intelecção (ler e compreender uma frase) ao nível da vivência plena. Avançar na prática do yoga (isto é, na prática da meditação) significa permitir que essa vivência ilumine sua percepção e remova as máscaras que você construiu e se acostumou a usar. Assim como você não é o corpo e não é a mente, você também não é uma carreira profissional, não é um parentesco, não é uma imagem ou um «look», não é uma doença crônica, não é um hábito etc.

Sei que para quem nunca praticou yoga, estas palavras podem soar complicadas. Caso isso ocorra, basta retornar ao início: yoga é meditação, nada além disso.


2) O que é hathayoga? Não é o mesmo que yoga?

Não. Como vimos acima, yoga é meditação.

Hathayoga é uma tradição de origem tântrica que tem como objetivo usar disciplinas sensoriais para acelerar o processo da meditação e potencializar seus efeitos. Colocando em termos mais simples (e menos precisos): trata-se da meditação facilitada e potencializada por meio de técnicas corporais, respiratórias e energéticas.

Há inúmeras formas de se praticar yoga. Em obras clássicas como o Bhagavad Gita e os Upanishads fala-se da prática do yoga por meio de ritos devocionais, por meio da fé no guru etc. Quase nada disso tem relação com técnicas corporais, respiratórias e energéticas -- estes elementos ou rotinas disciplinares são específicos do hathayoga.

Em resumo: yoga é meditação; hathayoga é o yoga facilitado e potencializado por meio de técnicas corporais, respiratórias e energéticas.


3) Mas e os estilos de yoga que usam e priorizam vinyasa, alinhamentos, anatomia etc.? São técnicas corporais, respiratórias e energéticas, não? Tudo isso é hathayoga, não?

Não.

Primeiro, vinyasa (posturas do hathayoga realizadas de forma seqüenciada, quase como uma coreografia), alinhamentos, orientações a respeito de anatomia, medicina, aspectos terapêuticos etc. são invenções recentes (meados do séc. XIX até os dias de hoje). Por muitos séculos o hathayoga produziu hathayogis sem precisar destas coisas. Adicionar estas coisas ao hathayoga trouxe dois resultados:

  1. Elas se tornaram mais importantes do que o yoga, ao ponto de não sobrar quase nada que possa ser reconhecido como yoga nesses «estilos de yoga» (lembre-se do início: yoga é meditação para o conhecimento de si, é o exercício do silêncio interior profundo).
  2. Os sistemas resultantes dessas adições não têm produzido hathayogis nem yogis. Qualquer «instrutor de yoga» da atualidade está muito mais próximo de um professor de academia de musculação ou de crossfit do que de um yogi, de um grande meditador.

Ainda que essas invenções modernas possam ter alguma semelhança com técnicas do hathayoga, elas não foram criadas com o objetivo de realizar yoga e não produzem esse efeito.


4) Como posso começar a praticar yoga?

Se você entendeu o que é yoga e realmente quer começar a praticar, medite. Leia sobre meditação. Busque informações que possam ajudá-lo a meditar 10, 15, 30, talvez até 60 ou 90 minutos todos os dias. Como eu disse no início, o yoga é isso.

Se você entendeu o que é o hathayoga e tem certeza de que é isso que você busca, lamento informar: não há hathayogis devidamente iniciados oferecendo aulas e cursos presenciais no Brasil. O mais próximo disso que você encontrará são estes cursos on-line.

Se você busca a ginástica postural que os «professores de yoga» chamam de yoga ou de hathayoga ou de «hatha contemporâneo» hoje em dia, pergunte-se o que exatamente você está buscando. Se você busca benefícios corporais, atividades como musculação e natação trarão resultados mais impactantes -- seja na definição muscular, no emagrecimento, na postura etc.


5) Ok, entendi que yoga é meditação e que meditar será melhor do que procurar aulas de yoga em escolas e «studios». Mas para meditar é necessário preparar a mente e principalmente o corpo, não? Se entendi bem, é isso que o hathayoga propõe e os «estilos de yoga» modernos, embora não sejam hathayoga, também proporcionam essa preparação física e mental para a meditação. No fim das contas, praticar um desses «estilos» não leva aos mesmos resultados do hathayoga e à construção da mesma base física e mental necessária para a meditação?

Imagine cinco práticas diferentes com intensidade de média a alta por 30 minutos. Todas elas exigem esforço físico e concentração. Todas elas queimam calorias, ajudam no fortalecimento muscular e desenvolvem foco mental:

  1. musculação
  2. corrida
  3. exercícios isométricos
  4. vinyasa 
  5. natação

Ao final da prática, interrompa todos os movimentos, sente-se no chão numa superfície confortável e estável, sem apoiar as costas em nenhuma superfície, feche os olhos e permaneça imóvel e em silêncio por pelo menos 10 minutos.

A sensação de silêncio profundo, de mergulho em si mesmo, de desaceleração das oscilações mentais será muito parecida nos cinco casos.

O que quero dizer é o seguinte: se sua intenção é realmente praticar yoga -- isto é, chegar à meditação, à vivência do silêncio profundo --, os chamados «estilos de yoga» proporcionam os mesmos resultados de atividades físicas comuns. Porém, isto ainda não é yoga e também não é a estabilidade física e mental que o hathayoga proporciona. Nos cinco casos mencionados acima ainda estamos fora do universo estrito do yoga e do hathayoga.

Retorno ao que já foi dito: se seu interesse verdadeiro é em yoga e se você quer começar de algum lugar, comece pela meditação. Os obstáculos que você encontrará para meditar 10 ou 15 minutos por dia -- um tempo razoável para quem nunca meditou -- serão muito menores do que os obstáculos que você vai criar para si mesmo alimentando a crença de que vinyasa ou yoga restaurativo ou yoga com props ou power yoga poderão levá-lo à vivência do silêncio profundo. Não se engane, seja honesto consigo mesmo.


6) O hathayoga é assim tão importante para quem busca a vivência do silêncio profundo?

Depende. Grandes yogis como Ramana Maharshi e Nisargadatta Maharaj não eram hathayogis. Eles realizavam yoga por outras vias -- além da meditação, havia também o estudo filosófico e os satsangs (reuniões para aprendizado direto com o guru, o que reforçava a importância da ascendência e da tradição).

Se considerarmos que yoga é meditação para o conhecimento de si mesmo, veremos que o yogi não é o sujeito que faz cosplay de pretzel ou que consegue ver o próprio traseiro sem um espelho, mas sim o sujeito que medita e que a partir disso desenvolve um profundo conhecimento de si mesmo e um silêncio interior inabalável. Fim.

Ocorre que algumas pessoas demonstram o interesse em desenvolver tais qualidades a partir de técnicas de manipulação sensorial, corporal e mental. O hathayoga foi feito para essas pessoas.

O hathayoga não foi feito para quem quer usar essas técnicas para emagrecer, para definir os músculos, para tornar-se flexível, para reduzir a celulite, para transar melhor, para dormir melhor etc. Ainda que algumas técnicas do hathayoga possam produzir esses efeitos, o fato de elas não terem sido criadas com essas finalidades nos leva a concluir o seguinte:

- técnica corporal, respiratória, energética criada por hathayogis, integrada à tradição e usada para realizar yoga = técnica de hathayoga
- técnica corporal, respiratória, energética criada por hathayogis, isolada da tradição e usada para aperfeiçoar o corpo = técnica de ginástica

No fim das contas, é tudo uma questão de usar os nomes da forma correta. Chame de yoga o que é yoga, chame de hathayoga o que é hathayoga, chame de ginástica e auto-ajuda o que é ginástica e auto-ajuda. E para usar os nomes da forma correta é necessário saber o que eles significam.


7) O que isso tem a ver comigo? Eu nunca pratiquei yoga, apenas quero me alongar um pouco em casa para manter a saúde em dia e destravar a coluna. Já não sei mais se devo praticar yoga.

Yoga e hathayoga como definidos neste artigo, como entendidos por séculos e séculos, como perpetuado pelos mestres de yoga, não, acho que você não deve praticar yoga e provavelmente não tem condições nem interesse para isso.

Se você só quer se alongar um pouco, manter a saúde em dia e ficar mais flexível, o que você está buscando é um programa de ginástica em casa.

Há diversas «escolas de yoga» que oferecem aulas excelentes de ginástica. Há canais no YouTube com programas seqüenciais de «yoga» muito interessantes para quem tem problemas na coluna. Há instruções muito boas sobre séries de «power yoga» ou «vinyasa yoga» para quem visa o fortalecimento muscular e o emagrecimento.

Uso aspas com o termo yoga porque, obviamente, em nenhum desses casos trata-se de yoga. Cada vez que essas pessoas, esses professores, esses canais do YouTube, esses sites usarem o termo yoga, leia-se «ginástica indiana», que pode ser uma ótima opção para quem não gosta do barulho das academias de musculação ou da atmosfera «coach» das academias de crossfit.

Se o seu interesse principal é fazer ginástica num ambiente mais calmo, com pessoas que falam baixo e que cumprimentam você sem pegar na sua mão porque precisam usá-la para fazer o «namastê», esse «yoga» é perfeito para você.

Mas se o seu interesse principal é mesmo em yoga, repito: medite.


7 comentários:

IRACEMA disse...

Oque vc pode e dizer sobre Iyengar?
É uma técnica?

Christian Rocha disse...

Se você refere ao professor indiano, sei muito pouco sobre ele e por isso acho mais apropriado não dizer nada.

Se você se refere ao «Iyengar Yoga», o método que ele criou, posso dizer o seguinte: não é um sistema de yoga, trata-se de um sistema de fisioterapia e bem-estar muito bom para quem tem problemas na coluna e/ou que busca tornar-se mais flexível.

Unknown disse...

Parabéns, 10 , quesito arrogância.

Christian Rocha disse...

Unknown:
Você é livre e bem-vindo para expor suas razões. Se você é um snowflake que ficou tristinho porque o texto o desagradou, lamento, não há nada que posso fazer além de lhe desejar melhoras.

Giovani disse...

Christian Rocha, cheguei aqui por sua indicação, achei bem completo seus texto, acredito que dê autoria própria, e agora seguinte:
Alguma recomendação/ indicação de Hatha Yoga?
O que vc acha de Kriya Hatha Yoga?
Grato

Giovani disse...

Christian Rocha, cheguei aqui por sua indicação, achei bem completo seus texto, acredito que dê autoria própria, e agora seguinte:
Alguma recomendação/ indicação de Hatha Yoga?
O que vc acha de Kriya Hatha Yoga?
Grato

Christian Rocha disse...

Obrigado pela visita, Giovani.

Sobre hathayoga: medite todos os dias, leia as escrituras (Yoga Sutras, Hathayoga Pradipika e Gheranda Samhita) e use-as como baliza para qualquer rotina corporal, respiratória ou energética que você pretenda desenvolver, baseado ou não em sistemas disciplinares modernos.

Não sei o que é Kriya Hatha Yoga. Sei o que é hathayoga e já ouvi falar de kriya yoga.